Antes de a gente começar a falar sobre Consumo Consciente e Green Friday, uma pergunta: Você sabe quais são os três questionamentos fundamentais que toda pessoa deveria fazer antes de comprar qualquer coisa?  Já, já a gente fala sobre eles.

 

Consumo-Consciente-e-Green-Friday

 

Mas o certo não é Black Friday? 

Black Friday e Consumo Consciente e Green Friday são coisas bem diferentes uma das outras, quase contraditórias. As duas “Fridays” tem a ver com consumo, mas cada uma do seu jeito. Na verdade, existe toda uma família de Friday, com significados únicos.

Black Friday, a mais conhecida

A Black Friday é a mais conhecida, comentada, polêmica… e aguardada. A tradição que incentiva o consumo nasceu nos Estados Unidos e funciona como uma espécie de inauguração, um marco que dá início às compras de natal. Por lá, a data é coladinha no Dia de Ação de Graças, e acontece na última sexta-feira do mês de novembro. Os consumidores conseguem comprar produtos com grandes descontos! Muitos aproveitam para garantir aquele eletrodoméstico que falta ou comprar os presentes de Natal.

A Black Friday ganhou o mundo. No Brasil, o nome continuou o mesmo e as promoções costumam começar dias antes da última sexta de novembro. Veja o tamanho do impacto que a data tem para a economia: Uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Lojistas de Shopping, nos primeiros dias de novembro de 2020, mostrou que pouco mais da metade dos brasileiros (52%) pretende comprar alguma coisa nesse dia.

 

Gerencie sua euforia pelas compras. Você reamente quer, precisa e pode comprar?

 

A oportunidade pode ser excelente ou desastrosa! Tudo depende do planejamento, das necessidades e do controle financeiro do comprador. Se você realmente precisa do que pretende comprar, se planejou financeiramente para isso e não vai comprometer o orçamento, pode transformar as ofertas em grandes aliadas. Uma das dicas mais importantes é fazer uma lista dos produtos que gostaria de comprar e pesquisar os preços, para reconhecer a verdadeira promoção quando encontrar uma pela frente. (Sim, tem empresário e comerciante que aumentam os preços pouco antes da Black Friday para reduzir novamente na data. É a chamada Black Fraude e você pode denunciar aos órgãos de defesa do consumidor).

Consumo consciente e Green Friday, a mais sustentável

Vamos colocar um pouco de verde nessa sexta-feira tão especial.  A Green Friday nasceu como um pedido de cuidado, de conscientização, de controle, no dia marcado pelo consumo desenfreado. Para entendermos porque ela é necessária, vamos analisar algumas das consequências nem tão positivas do estímulo às compras:

Consumidores endividados:

Com a redução dos preços (real ou aparente), a propaganda massiva e os gatilhos mentais, muitos consumidores são induzidos a consumir mais do que pretendiam ou poderiam pagar. O resultado é o aumento no número de endividados. A euforia de obter algo novo rapidamente vira preocupação de pagar as contas.

Livre comércio ou concorrência desleal?

Grandes empresas estão bem estruturadas e preparadas para atender o número repentinamente maior de compradores, bancar os descontos e rapidamente entregar a mercadoria e repor os estoques. Já os pequenos comerciantes, que muitas vezes trabalham com uma margem pequena de lucro e sem capital de giro, acabam prejudicados, reduzindo os preços além do que seria saudável para os negócios, na tentativa de acompanhar os descontos.

 

Consumo-Consciente-e-Green-Friday

A euforia de aproveitar as liquidações, levam ao endividamento, por vezes, além do limite.

 

E o planeta?

Quando falamos em Black Friday, Consumo consciente e Green Friday, precisamos pensar no meio ambiente. O consumo desenfreado esgota as reservas naturais, polui, gera muito lixo. Para produzir uma calça jeans por exemplo, são gastos onze mil litros de água!  Em relação ao lixo eletrônico, já parou para pensar para onde vão todos os celulares antigos, quando os novos são comprados na Black Friday? Pois é, quando você evita uma compra desnecessária, colabora também para o equilíbrio ambiental.

Consumo consciente e Green Friday. O que fazer?

Está na hora de responder o questionamento que fizermos no início deste texto. As três perguntas fundamentais que toda pessoa deveria fazer antes de comprar qualquer coisa são:

  1. Eu quero?
  2. Eu preciso?
  3. Eu posso?

Eu quero?

Você realmente deseja aquele produto ou está apenas seguindo a moda, comprando por impulso, compensando uma frustação? Você quer ou apenas acha que deveria querer? Pense bem, pois compras aleatórias, sem propósito, podem estar afastando você dos seus verdadeiros objetivos. De blusinha que você deixou de comprar, em blusinha que você deixou de comprar, você acaba juntando o valor daquela passagem de avião para a viagem verdadeiramente tão sonhada.

Eu preciso?

Quantos produtos você comprou sem analisar a necessidade e hoje estão guardados no armário ou entulhados em algum canto da casa? Multiprocessador que ocupa espaço no armário da cozinha, você tem? Aquela roupa que nem vestiu tão bem, mas que você guardou esperando o dia em que vai emagrecer para usá-la? Bicicleta ergométrica esquecida na varanda, tem? Vale pra tudo: livros que você não vai ler, cursos que não vai fazer, um telefone celular que é atualizado todo ano e custa uma fortuna. Precisa mesmo?

Eu posso?

Pronto! Aqui está a resposta que pode ser a garantia de suas noites de sono tranquilo. A terceira pergunta para entender o Consumo consciente e Green Friday nem sempre tem resposta satisfatória. Você realmente pode comprar neste momento? Nessa hora, seja bem realista. Cuidado com as compras parceladas ou o cartão de crédito. A gente nem sente que está comprando, parece esquecer que mais tarde será preciso pagar. Quando nos damos conta, a bola de neve está rolando.

Faça o teste com toda sinceridade. Qual foi a última coisa que você comprou. Lembrou? Agora aplique as três perguntinhas acima. Você desejava muito, precisava, e podia comprar sem preocupação?

 

Consumo-Consciente-e-Green-Friday

Antes de comprar, avalie a possibilidade de consertar, trocar ou comprar de segunda mão. O planeta agradece.

 

Consumo Consciente e Green Friday – Outras dicas

  • Se puder consertar algo, conserte. Só compre algo novo em último caso.
  • Compre coisas já usadas. Brechós estão em alta e os antiquários e lojas de móveis usados são um charme.
  • Promova encontro de trocas e doações. O que uma pessoa não quer mais, pode ser um achado para outra.
  • Na hora da compra, verifique como o produto é feito, o processo, a mão de obra e se o material usado é certificado. No caso da madeira, por exemplo, faz uma grande diferença no combate ao desmatamento ilegal.
  • Tente evitar o uso de embalagens. Troque sacolas de plástico por ecobags, diga não aos laços de fita, embrulhos coloridos, descartáveis…
  • Deixe o cartão de crédito guardadinho em casa. É o melhor jeito de evitar as compras por impulso. Se você realmente precisar, vai voltar para comprar.
  • Dê preferência aos produtores locais, às pequenas empresas.
  • Se puder, invista em cursos e experiências.

 

Cyber Monday. O que é?

É um membro mais moderninho da família. A segunda-feira cibernética foi criada para incentivar o consumo de produtos online. Ela acontece logo depois do fim de semana da Black Friday (ou da Green Friday). Hoje em dia, as datas se misturam um pouco, já que muitas compras na sexta são feitas pela internet também. Anote as dicas para aproveitar a Cyber Monday de maneira bem satisfatória:

  • Faça a lista de desejos e pesquise preços com antecedência
  • Pesquise tudo sobre a empresa, inclusive em sites que reúnem reclamação de consumidores.
  • Analise bem questões como valor do frete, política de trocas e prazo de entrega.
  • Evite encher os carrinhos de compras online. Mesmo com ótimos descontos.

 

Consumo-Consciente-e-cyber-monday

Cyber Monday – evento posterior a black friday, voltada para a venda de produtos on-line.

 

Existem outras Friday?

Sim. Existem. Mas, todas acontecem na última sexta do mês de novembro e estão relacionadas às promoções. O nome varia de acordo com o principal produto, objeto de desejo. A Book Friday, por exemplo, como o nome sugere, é dedicada aos amantes dos livros. A Golden Friday é voltada a produtos de luxo. Muitas empresas estão mudando o nome de Black Friday para Best Friday, mas em essência, é a mesma coisa.

 

Consumo-Consciente-e-book-Friday

Que tal trocar a “black friday” pela “book friday”?

 

Quero consumir de maneira consciente. Como Cura Essencial pode me ajudar?

Consumo consciente e Green Friday passam pelo equilíbrio. Muitas compras são feitas na tentativa de preencher um vazio, uma carência, de acabar com um desconforto. Se você já saiu cheia de sacolas de um shopping depois de brigar com o namorado, sabe bem do que estamos falando. Ou se comprou algo mais caro do que o de costume depois de se sentir humilhado por alguém. É comum. É humano.

Nós do Cura Essencial podemos te ajudar a encontrar a origem desse desequilíbrio. Quando achamos o foco da tensão ou dos problemas (físicos, emocionais, psíquicos), podemos trabalhar para amenizá-lo ou até acabar com ele. Ajudamos você a se conhecer, a descobrir seu potencial, e a acabar com o que te limita e impede de viver uma vida plena e realizada.

Atendimentos OnLine para o Brasil e Mundo. Presencial em São Paulo, Capital.

SOMOS ESPECIALISTAS
EM AJUDAR PESSOAS COMUNS A EXPANDIR A CONSCIÊNCIA
E MANIFESTAR TODO O SEU POTENCIAL.

CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO
E GANHE UMA CONSULTA BÔNUS